Arquivo de Janeiro, 2011

Prezados,

O video abaixo é uma entrevista com William P. Young, escritor do best seller :   “A Cabana”

Com as devidas cautelas e cuidado com polêmicas que envolvem este livro, eu recomendo a leitura.

abraço,

Antonio Carlos



Boa leitura!

O vencedor comete erros e diz: -Eu estava errado. O perdedor diz: Não foi minha culpa.
O vencedor dá créditos à sua sorte por ter vencido, mesmo quando não se tratou de sorte. O perdedor dá créditos à sua falta de sorte, por ter perdido.
O vencedor trabalha mais arduamente que o perdedor e tem mais tempo. O perdedor está sempre muito ocupado, talvez evitando o fracasso..
O vencedor transpõe o problema. O perdedor dá voltas ao redor do problema.
O vencedor desculpa-se por um erro ao repará-lo. O perdedor pede desculpas mas faz a mesma coisa em uma próxima ocasião.
O vencedor sabe por que lutar e quando transigir. O perdedor transige quando não deveria e luta pelo que não vale a pena. Todo dia é uma batalha de vida e é muito importante que estejamos lutando pelas coisas certas e não gastando tempo com assuntos acidentais.
O vencedor diz: Sou bom, mas não tanto quanto deveria ser. O perdedor diz:- Bem, eu não sou tão ruim quanto um bocado de gente. O vencedor respeita o caminho que está seguindo. O perdedor despreza aqueles que ainda não atingiram a posição que tem.
O vencedor respeita aqueles que lhe são superiores e tenta aprender com eles. O perdedor ressente-se daqueles que lhe são superiores e tenta achar defeitos neles.
O vencedor é responsável por mais do que seu trabalho. O perdedor diz: -Eu apenas trabalho aqui.
O vencedor diz: – Deve existir uma maneira melhor de se fazer isto. O perdedor diz: -Por que mudar? Esta é a maneira pela qual isto sempre foi feito.
O ato de educar é para vencedores!!!